Descobrir

O que visitar

Descubra Santarém enquanto prova Portugal. Santarém é o centro do País e o centro da história de Portugal. Do gótico à história religiosa, dos maravilhosos e inesquecíveis momentos sonoros dos órgão de igreja até às paisagens e portas com o sol a receber o dia ou a desejar boa noite. Santarém tem os condimentos necessários. Santarém é uma receita turística que se descobre e se gosta de repetir sozinho, a dois ou em família.

Igreja de Santa Maria de Marvila

De fundação medieval, foi reconstruída cerca de 1509 com o patrocínio do vice-rei da Índia D. Francisco de Almeida. As linguagens do manuelino estão bem expressas em toda a igreja, sobretudo no portal da fachada e nas abóbadas das capelas da abside. O interior do templo apresenta três naves, divididas por arcos plenos que se encontram assentes sobre grossas colunas com bases animadas de “garras-enrolamentos” e encimadas por belos capiteis jónicos. As paredes estão revestidas de azulejos de várias cores e de enxadrezado azul e branco, colocados em quatro fases (1617, 1620, 1635 e 1639). O pórtico do templo de Marvila é esplendorosamente belo e elegante, com arcos policêntricos trilobados que são envolvidos por uma decoração de base vegetalista, típica da tendência ornamental do gótico final europeu. O órgão de tubos instalado no coro alto é um instrumento característico da organaria portuguesa construído em 1817 por António Xavier Machado e Cerveira (1756-1828). Originalmente pertencia ao extinto Convento de Santa Clara de Santarém e foi posteriormente doado à Igreja Paroquial de Marvila, após restauro.

  • Horário: 10:00 -12:30 | 14:00 – 17:30
  • Encerra: 2ª., 3ª. e Feriados